Sobre o site Mater Plus

Quando uma mulher fica grávida pela primeira vez, sabe que a vida vai mudar. Muitas pessoas comentam das noites de sono (ou falta delas!), da rotina de mamadas, etc. Comigo não foi diferente. Apesar de eu sempre ter achado que não levava jeito para ser mãe, eu estava aberta às novidades que a maternidade me traria.

O que ninguém esperava era o susto que levaríamos no parto e o sofrimento que meu filho passaria em seguida, que incluiu internação em UTI neonatal por quase um mês. Depois, veio uma maratona de exames, consultas médicas mais frequentes e tratamentos continuados.

Se, até então, a maternidade já era uma enorme novidade para mim, imagina com todo esse “PLUS” de UTI e tratamentos continuados! Minha vida mudou C-O-M-P-L-E-T-A-M-E-N-T-E!

Ao longo do primeiro ano de vida de meu filho, fui frequentadora assídua de clínicas de terapias infantis. Essa é a minha realidade até hoje. Conheci muitas mães e fui percebendo que esse PLUS acontece em muitas famílias. São mães e pais de bebês com necessidades especiais, de crianças autistas, de bebês prematuros que ficaram internados em UTI, etc.

Conheci algumas mães simplesmente admiráveis. Estavam sempre alegres e de bem com a vida, apesar da pesada rotina de terapias do filho, ou do fato de a filha ter limitações na visão e na fala, ou de simplesmente ainda não saber qual deficiência o seu bebê tem.

Se esse é o seu caso, provavelmente também sente que sua estreia como mãe foi diferente da experiência de suas irmãs e amigas. Eu, por exemplo, nunca havia visto um bebê de dois meses já ter uma agenda tão cheia de consultas e terapias como meu filho teve! Precisei aprender a conciliar isso com todas as outras demandas e novidades da maternidade (amamentação, sono, etc).

Para mim, uma das lições dessa realidade é que desafios e dores não são incompatíveis com a alegria e a felicidade. Como é possível que o ano mais exigente da minha vida tenha sido também o ano mais feliz?

Para tentar responder a essa pergunta, resolvi escrever um pouco sobre minha experiência, pois percebi que o PLUS da minha maternidade não se refere apenas aos cuidados médicos com meu filho, mas às muitas, muitíssimas lições e alegrias que essa maternidade especial trouxe.

Apesar das angústias, incertezas e dificuldades que vivi no primeiro ano de vida do meu filho, percebi que é possível viver a MATERNIDADE PLUS com alegria e leveza. Espero que este site ajude, nem que seja um pouquinho, outras mães cuja maternidade também é “plus” — porque a alegria é plus também 🙂

Anúncios

14 comentários

  1. Kerol querida!
    Parabéns por acreditar e concretizar mais este sonho. Você para mim é uma inspiração!!! Suas palavras são tão acolhedoras que o impossível se torna extremamente fácil e simples.
    Já falei e não me canso de repetir: Você é uma super mãe!!!!
    Beijos com carinho da amiga,
    Li

    Curtido por 1 pessoa

  2. Adorei Kerol sua iniciativa em compartilhar suas experiências. Espero que muitas pessoas possam aprender com este site, assim como você receba várias experiências de outras Mães que passaram por este mesmo acontecimento! Um beijo do seu primo que te adora!

    Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s